Pesquisa comprova: celulares não afastam familiares, mas sim os unem mais